>

Entrevista: Strike


Entrevistamos Marcelo Mancini, vocalista da banda Strike. Marcelo conta as dificuldades que passaram para chegar onde estão, as maiores loucuras de suas fãs, os projetos para o futuro com a banda e muito mais!



O que mudou na banda desde sua formação até atualmente?
M- No início era tudo muito difícil, faltavam equipamentos adequados pra ensaiarmos, faltavam casas especializadas em rock pra tocarmos, enfrentamos as dificuldades normais que toda banda enfrenta no começo de carreira, mas hoje em dia ficou tudo bem mais fácil, sobrevivemos bem do que amamos fazer, nos estruturamos artísticamente, ganhamos uma boa bagagem nesses 10 anos de estrada, ficamos mais maduros, mais musicais, consequentemente mais unidos e mais antenados nas práticas do mercado fonográfico.

Qual é a música que você mais gosta de tocar ao vivo?
M- Fluxo Perfeito tem uma vibe muito boa.




Qual foi a maior loucura que uma fã fez com vocês?
M- Ultimamente tenho visto um grande número de fãs tatuando referências ao Strike e acho isso uma loucura…É uma grande responsa fazer com essas pessoas mantenham o orgulho de tatuarem um símbolo nosso.



Quais são os futuros planos para o Strike?
M- Lançar um DVD em comemoração aos nossos 10 anos de estrada.

Indica para a gente uma banda que você curta muito!
M- Beastie Boys e Sublime são ótimas referências.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Disqus for Girls On Road